CPT - Centro de Produções Técnicas

Os posts do seu blog são chatos, veja o que fazer

9 dicas que vão mudar sua forma de escrever 


Se você é um escritor chato, você tem um caminho difícil pela frente. Eu odeio dizer isso a você, mas no mundo saturado de conteúdo de hoje, as pessoas não tem tempo para gastar em conteúdo que elas não gostam de ler.
Felizmente, existem alguns poderosos antídotos para o conteúdo chato. Neste artigo, eu estou fornecendo alguns dos meus favoritos.
São dicas do colunista americano Neil Patel, ele ajuda empresas como a Amazon, NBC, GM, HP, Viacom e HubSpot crescer sua receita.
Ele dá 9 dicas de como tornar seus posts mais interessantes e relevantes para seus visitantes e ou clientes. Entre as dicas, conheça a Foreshadow, descubra o que é, e como usá-lo.
 
1) Conte uma história
Eu tenho a ciência do meu lado para isso.
Histórias produzem ativação cerebral instantânea (em inglês, como a maioria dos links). Quando o cérebro ouve uma história, isso envolve o acoplamento neural, um fenômeno que faz com que o cérebro realmente experimente as ideias que estão sendo estabelecidas na história. Até mesmo o córtex motor, a parte do cérebro responsável pelo movimento muscular voluntário, é ativado por uma história.
O cérebro também libera dopamina, um "químico da felicidade", em altos pontos emocionais na história.
Claramente, contar uma história é uma ótima maneira de ser mais interessante. Histórias curtas, simples, podem ser incluídas em qualquer artigo devido ao fator de interesse. 

2) Escreva na primeira pessoa
Escrever em primeira pessoa é natural. É a maneira como você fala.
Se você e eu estivéssemos indo para o almoço, eu diria algo como: "Eu sei de um lugar realmente bom de sushi a cerca de cinco minutos de distância. Eu comi lá algumas vezes, e eles têm um ótimo serviço. Você quer ir comigo?"
Eu usei a voz na primeira pessoa - as palavras Eu, Eu comi, e Comigo. Soaria muito estranho se eu dissesse a você: "Neil soube de um bom lugar de sushi. Ele tem comido lá algumas vezes e tido boas experiências. Ele está convidando você para ir com ele. "
Não tenha medo de escrever na primeira pessoa. A terceira pessoa, pela qual você se refere ao "o autor" ou evita todas as referências a si mesmo, é seco e estranho.

3) Foreshadow
Bons escritores podem usar um dispositivo literário conhecido como foreshadowing para sugerir o que vem pela frente em uma história. Eles não estão abrindo mão da trama. Em vez disso, eles estão definindo para o leitor o que está por vir.
Foreshadowing ajuda a aumentar a empolgação e a antecipação em uma história. Em O Senhor dos Anéis, Gandalf prenuncia o papel de Gollum na narrativa quando ele diz: "Meu coração me diz que ele tem algum papel para desempenhar ainda, para o bem ou para o mal, antes do fim."
Os leitores vão notar a previsão de Gandalf e pensar: "O que vai acontecer? O Gollum vai fazer algo bom, ou ele vai fazer algo mal?" E assim eles continuam a virar as páginas.
Muitas vezes eu utilizo a técnica de foreshadow em meus artigos para pré-visualizar o que eu quero comunicar e o resultado do artigo. Eu antecipei o conteúdo para este artigo, quando eu escrevi "Há alguns poderosos antídotos para conteúdo chato. Neste artigo, estou fornecendo alguns dos meus favoritos."
Eu até prometi um benefício a mais: “Depois de você ler este artigo, vá escrever um dos seus próprios. Se você seguir essas dicas, o seu artigo será de pelo menos 817% mais interessante.
Foreshadowing não é nada mais complicado do que apontar na direção que você está levando o seu artigo. Isso ajuda a evitar o tédio, prometendo a direção do artigo. 

4) Transição
Uma transição é um sinal de que você está prestes a mudar de direção.
Às vezes, os escritores desviam abruptamente de um tópico em linha reta para outro. O leitor, despreparado para a transição, mentalmente cai.
Transições evitam que isso aconteça.
A maneira mais fácil para criar uma transição é através de pistas visuais - grandes títulos, listas numeradas, esse tipo de coisa. As minhas melhores transições são criadas através de tags de cabeçalho. No entanto, você também deve criar algumas transições na própria cópia em si, especialmente se você está se preparando para fazer um novo ponto.
Pode ser tão simples como algo como assim:
"Lidamos com a importância das transições. Agora, deixe-me mostrar-lhe como a clareza também pode torná-lo interessante."
As transições são simples, fáceis e uma maneira rápida de manter seus leitores interessados e envolvidos ao longo do artigo. 

5) Seja muito, muito claro
Se eu tivesse que reduzir este artigo inteiro para um ponto poderoso, seria este: Seja claro.
Muitas vezes, quando os escritores tentam "seja mais interessante," eles consideram técnicas como verbos ativos ou palavras legais. Eu não tenho nada contra verbos ativos ou palavras legais, mas isso não é o principal caminho para se tornar mais interessante.
Você se torna interessante por ser clara. A clareza está dizendo o que você precisa dizer - nada mais, nada menos. É sobre como usar as palavras certas no lugar certo. Trata-se de cortar coisas que distrai. É sobre ser simples, não fancy.
Se você consegue ser claro, você vai ser mais interessante, é simples assim. 

6) Não seja mais extenso do que você deveria ser
Algumas pessoas ficam muito preocupadas com a contagem de palavras.
A contagem da palavra, não importa tanto quanto você imagina que seja importante. As únicas pessoas que realmente vão se preocupar em relação a contagem de palavras são as pessoas que são pagas por palavra e alguns editores. 


Você se importa ou não se este artigo é útil. Se for útil, você vai gastar sete ou oito minutos lendo.
Se eu desnecessariamente fizer este artigo longo, você vai perder a paciência. Eu só preciso colocar o meu ponto e parar, a fim de tornar o texto interessante.
Verborragia extra é chato. Se você não precisa dizer isso, não diga. 

7) Não seja mais conciso do que você deveria
O comprimento do conteúdo é uma espada de dois gumes. Não, você não deve ser muito longo. Mas sim, você precisa dizer o suficiente.
A brevidade é uma virtude na escrita, mas você ainda precisa de algum fluxo na sua narrativa. Se você abreviar o artigo até o seu esqueleto, torna-se um esboço, não um artigo.
Eu não sei quanto a você, mas eu não acho que os esboços são particularmente um material poderoso de leitura. 

8) Escreva frases curtas.
Eu tento escrever frases curtas. Por quê? Porque as pessoas se perdem em frases longas.
Ler uma frase é como prender a respiração mental.
Frases mais curtas ajudam os leitores dar várias pausas - e assim mantém eles interessados. 

Veja o exemplo deste texto:

Sabendo-se que milhões de pessoas ao redor do mundo estariam assistindo pessoalmente e na televisão e esperando grandes coisas dele - pelo menos mais uma medalha de ouro para a América, se não outro recorde mundial - desta vez, a sua quarta e certamente a sua última aparição nos Jogos Olímpicos mundiais, e percebendo que as pernas já não podiam levá-lo para a pista com a mesma incrível velocidade e confiança em fazer um salto enorme, de arregalar os olhos que ele era capaz há alguns anos atrás, quando ele estabeleceu recordes mundiais no 100 metros rasos e no revezamento de 400 metros e ganhou uma medalha de prata no salto em distância, o famoso velocista e atletista personalidade Carl Lewis, que tinha conhecido a pressão dos fãs e da mídia antes, mas nunca, até mesmo como um profissional corredor, este tipo de pressão, fez apenas algumas aparições em corridas durante os poucos meses antes dos Jogos Olímpicos de Verão em Atlanta, Georgia, em parte porque ele estava com medo de levantar as expectativas ainda mais altas e ele não queria ser distraído por entrevistas e fãs adoradores que iriam seguí-lo em lojas e restaurantes exigindo autógrafos e oportunidades de tirar foto, mas principalmente porque ele queria conservar suas energias e concentrar-se, como um especialista em artes marciais, no trabalho à mão: vencer a sua competição favorita, o salto em comprimento, e trazer para casa outra medalha de ouro para os Estados Unidos, a conclusão mais adequada para a sua brilhante carreira no atletismo.


 Conseguiu ler? Entendeu? Foi interessante? 

9) Divida em partes
Você já ouviu falar da parede do texto?
Se você leu até aqui, você definitivamente já viu um. Basta olhar para citação acima. Não só é impossível de ler, mas também é imediatamente intimidante de olhar apenas por causa da quantidade de linhas que ocupa nesta página.
Não use a parede de texto.
Você pode escrever o conteúdo mais fascinante do planeta, mas se você não dividí-lo em pedaços, as pessoas vão pensar que ele é chato.
Por quê? Porque as questões de apresentação visual importam. O processo cerebral da informação escrita, visual e espacial, não apenas textualmente.
A fonte, kerning (espaçamento entre as letras), espaçamento entre linhas, parágrafos, título, números, pontos - tudo isso é capaz de tornar o texto interessante. Esses elementos ajudam o usuário a absorver as informações e a ficar ligado.

Conclusão
Uma boa escrita não depende tanto do seu estilo irreverente quanto uma técnica simples e abordagem natural.
Quando você for escrever o seu próximo artigo, seja apenas natural. Você não está escrevendo para o seu professor de inglês. Você está escrevendo para mim, para o usuário, para pessoas normais que apenas querem ler coisas simples.
Não tente impressionar. Basta tentar passar a sua mensagem com clareza.

Fonte: br.hubspot.com